quarta-feira, 26 de maio de 2010

Apenas uma vitória magra, graças ao melhor goleiro do Brasil

Washington Alves/VIPCOMM

O jogo desta quarta-feira entre Cruzeiro e Botafogo serviu para duas coisas apenas: para contabilizar mais três pontos na tabela, com o time chegando ao 3º lugar, e para confirmar que Fábio é o melhor goleiro do Brasil.

Antes do jogo, protestos contra a direção do clube e a comissão técnica. Enquanto muitos vão se preocupando com eleição (onde têm pouca chances devido aos concorrentes), o time parece que está abandonado.

A zaga celeste continua brincadeira: pênaltis, jogando em linha, sem garra, etc. O time é Fábio e mais dez. Se não fosse ele, não estaríamos na colocação atual e tampouco teríamos chegado onde chegamos na Libertadores. Se ele for negociado, não sei o que será da zaga. Ele defendeu um pênalti e salvou a noite.

Thiago Ribeiro fez um gol e foi a única outra coisa boa da noite. Sinceramente, ver o Cruzeiro de camisa amarela em campo é um desatino. Independentemente da cor da camisa, que os jogadores não amarelem em campo.

Cruzeiro 1 x 0 Botafogo. Quarta rodada e Raposa em 3º no Campeonato Brasileiro. Apenas isso.

Um comentário:

Flávio Otávio Ferreira disse...

É duro de se ver viu! Além desse amarelão(camisa)...o time parece não ter vontade, não tem gana...venceu, mas não convenceu!!! Saudações Cruzeirense...e abraço, amigo!